Um blog de poemas que não querem ficar esquecidos

18
Mar 11

 

Quanto custa o teu amanhecer?

 

Acordas para a vida que tens

E não para a a que queres...

 

E dizes que não podes escolher.

 

Despertas para a tua zona de conforto,

Queimas 24 horas e no final do dia

Colocas flores na campa do teu sonho morto...

 

Homicídio que tens a esquecer.

 

Pena de prisão,

Vida oca sem emoção,

Abafas os talentos no vácuo do tempo.

 

Um dia mudará, dizes...

Um dia seremos todos felizes,

Um dia que nunca chegará

Por exagerado medo

Do ardor ao colocar na ferida o dedo.

 

Vives assim.

Porque cansa mudar.

Cansa tentar. Cansa arriscar.

 

E dizes que andas cansado

De acordar todos os dias para o mesmo.

 

by Ruben Teixeira

 

"Obrigado a tudo o que inspira"

 

publicado por r-de-rir às 14:42

Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

posts recentes

Cansaço

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO